GE Historian

O GE Historian da GE Digital é um banco de dados industrial de base temporal. Oferece um sistema robusto para coletar, arquivar e distribuir grandes volumes de dados do chão de fábrica. Opera de forma simples, eficiente e com alto desempenho. É capaz de ler e armazenar qualquer tipo de dado do processo, com coleta de dados via protocolo OPC, arquivos CSV/XML ou interfaces personalizadas.

Para garantir a disponibilidade das informações, o GE Historian oferece recursos para coletar dados de fontes redundantes. Também permite armazenar dados localmente em caso de falha da comunicação com o servidor, para transmiti-los quando a conexão é reativada.

Gerenciamento de Informações da Planta

A solução para Gerenciamento de Informações da Planta (PIMS – Plant Information Management System) oferecida pela Aquarius Software permite tratar grandes volumes de dados com base no tempo com eficiência e alto desempenho e ainda disponibiliza:

  • Mecanismos completos para garantir o registro de informações;
  • Suporte a redundância da fonte de dados;
  • Armazenamento local de informações em caso de falha da conexão entre a origem da informação e o banco de dados;
  • Relatórios completos e personalizados de acordo com cada perfil de usuário;
  • Portal de informações com recursos adequados às aplicações industriais, como gráficos de tendência, eventos e bateladas, gráficos estatísticos, telas de processo etc;
  • Arquitetura flexível, tanto em porte quanto em distribuição de coletores de dados e de servidores.

O que são sistemas PIMS ?

Informações de chão de fábrica, adquiridas dos sistemas de controle de processos, têm uma característica particular: são de base temporal. Para identificar um valor específico nesses sistemas, basta indicar um ponto de medição (tag) e um momento de tempo (timestamp).

Bancos de dados convencionais, usados em sistemas de TI, são de base relacional. Foram construídos para obterem um bom desempenho no inter-relacionamento de tabelas.

Para o armazenamento de dados de processo, foram desenvolvidos os bancos de dados temporais. Estes apresentam melhor desempenho no arquivamento de informações de sistemas de controle de processos, muitas vezes coletadas em frações de segundo. Também são mais eficientes na recuperação de dados e otimização da utilização do espaço em disco.

Esses sistemas temporais são muitas vezes chamados de Sistemas PIMS (Plant Information Management System ou Sistema de Gerenciamento de Informações da Planta). Permitem o gerenciamento das informações de processo por meio da coleta e armazenamento em seu banco de dados temporal e da posterior visualização por ferramentas gerenciais (planilhas, relatórios web etc).