Transformação Digital da Copersucar – Visão 360º De Uma Operação Logística Portuária

Revista Automação, 31/10/2018

Como a Copersucar está redesenhando seus processos, reformulando a operação e facilitando a tomada
de decisão, para colocar a empresa no mapa da Indústria 4.0.

Apresentação e Contexto
Atuando na cadeia de valor da cana-de-açúcar e unindo o campo e a indústria, a Copersucar é uma comercializadora global de açúcar e etanol, com logística integrada em toda a cadeia de negócios. Com um modelo de negócio único no setor, a Copersucar não conta com ativos de produção, mas com contratos para a aquisição de açúcar e de etanol, fornecidos principalmente pelas Usinas Sócias. Da joint venture com a Cargill surgiu a Alvean, que vemacelerando a expansão global da empresa.
No setor logístico, a estratégia da Copersucar para o açúcar apoia-se no investimento em terminais multimodais para armazenagem e transporte de açúcar, como em Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, e no Terminal Açucareiro Copersucar, localizado no Porto de Santos (SP), com capacidade de movimentação de 10 milhões de toneladas de produto por ano. Na safra 2016-2017 foram comercializados 5,3 milhões de toneladas de açúcar e 4,2 bilhões de litros de etanol com $254 milhões de lucro líquido consolidado, ao término do Ano-Safra.
A Copersucar possui a maior capacidade de armazenagem de açúcar e etanol do Brasil. Para que os produtos cheguem aos clientes em dezenas de países, é necessária uma complexa infraestrutura logística, integrada por terminais de transbordo e armazenagem próprios e contratados, além de ampla rede terceirizada de transporte rodoviário, ferroviário e marítimo.
Desafio
Quando um grande incêndio atingiu os armazéns da companhia, veio a necessidade de atualização de toda a operação. No âmbito da Automação Industrial, foi realizada uma auditoria que mostrou oportunidades de melhorias através de atualizações, novas tecnologias e novos processos. O terminal de Santos já operava com algum nível de automação industrial, mas foi identificada a possibilidade de reduzir contingências e tornar a operação e a manutenção.

Continuar lendo.