GE Workflow

O GE Workflow da GE Digital é resultado da implantação de dois conceitos bastante conhecidos da área de TI para os sistemas industriais: SOA (Service Oriented Architecture) e BPM (Business Process Management).

Usando apenas blocos gráficos e tendo nativamente a estrutura de organização de dados proposta pela norma S95 da ISA, a ferramenta permite a configuração de modelos de integração entre sistemas.

Através dos recursos de BPM, ela permite ainda digitalizar processos manuais como procedimentos de operação, gestão de qualidade ou manutenção, reagindo a eventos da automação e expondo mensagens e documentos diretamente na interface gráfica do sistema SCADA.

É a ferramenta usada para projetos complexos de integração entre sistemas industriais e TI, automação de SOP (Standard Operation Procedure) e implantação de procedimentos de documentação paperless em indústrias regulamentadas.

Automação de Procedimentos e a ISA 106

É muito comum visitar as indústrias e deparar-se com inúmeras situações onde os operadores tem que tomar o controle manual de procedimentos operacionais complexos. Mesmo em plantas bastante automatizadas, é frequente presenciar cenas de partida do processo, ajuste de matéria-prima, manutenção de linha ou outros ajustes no processo sendo feitos manualmente pelos operadores, sem seguir um roteiro específico. Em muitos casos, não há documentação oficial dos procedimentos e cada operador realiza-os de maneira diferente, tornando o resultado final dependente de habilidades pessoais.

Neste cenário surge a ISA106, uma recente norma da ISA (The International Society of Automation) que visa regular a automação de procedimentos operacionais na indústria. Ela permite o modelamento e reúne as melhores práticas para a automação de uma indústria de processo contínuo, considerando-o como uma grande batelada a ser automatizada de ponta a ponta – da entrada de matéria-prima e da criação da ordem de produção até o produto acabado –, independente de quantas etapas manuais ou automáticas houver dentro desse contexto. Há ferramentas como o GE Workflow, que permitem esse tipo de implantação.

É possível dizer que a principal intenção da ISA106 é garantir as ações corretas no momento certo.

Benefícios da Automação de Procedimentos

Um sistema de Automação de Procedimentos pode ser usado para garantir a aplicação da norma ISA106 ao definir as ações corretas e orientar o operador com instruções interativas passo a passo, sempre que necessário. Dessa forma, com o uso de ferramentas como o GE Workflow, espera-se obter:

  • Captura e registro do conhecimento e das melhores práticas realizadas pelos operadores especializados;
  • Digitalização dos procedimentos operacionais (e-SOPs – Electronic Standard Operating Procedures);
  • Diminuição do tempo de parada, manutenção e do custo operacional;
  • Registro eletrônico automático das ações efetuadas para auditoria e para atendimento de normas regulatórias (p.e. 21 CFR Part 11);
  • Orquestração automática dos trabalhos e interação entre diferentes sistemas e indivíduos;
  • Menor variabilidade de execução;
  • Maior qualidade e menor retrabalho (fazer certo da primeira vez);
  • Maior eficiência operacional, reduzindo erros e replicando boas práticas;
  • Menor tempo de resposta aos alarmes e ações corretivas mais precisas;
  • Redução de custos pela diminuição de desperdício e rejeitos;
  • Gerenciamento de ativos e da manutenção;
  • Treinamento e simulação de ocorrências;
  • Gerenciamento das tarefas em todos os níveis da produção;
  • Ajuste de máquina e de linha de produção;
  • Integração inteligente de dados entre sistemas e processos diferentes (p.e. SCADA e CMMS);
  • Menor risco operacional e escalada automática de urgência;
  • Assistência para tomada de decisões em tempo real.

 

Faça o download gratuito do Catálogo do GE Workflow abaixo.

Vamos Conversar?

Entre em contato para mostrarmos nossas soluções.